Pesquisar
Close this search box.

2 maio 2022

Repensando sua estratégia de transformação digital

O termo transformação digital tem sido um tópico amplamente discutido nos últimos anos, mas, na verdade, se originou na década de 1990, quando as organizações começaram a informatizar seus processos e atividades. Após as primeiras redes de comutação de pacotes, como a ARPANET e a rede NPL evoluíram para o que conhecemos hoje como World Wide Web, os canais digitais conhecidos como sites são as principais plataformas para compartilhamento de dados, fóruns de discussão online, blogs, redes sociais e compras online.

Hoje, a Internet continua a crescer em tamanho e expandir em funcionalidade e, com a propensão da Internet das Coisas (IoT), as organizações agora têm a capacidade de melhorar seus processos e promover mudanças reais no nível corporativo.

Estabelecendo uma estratégia de transformação digital

Existem muitos termos e tecnologias ao se considerar a transformação digital, portanto, estabelecer uma estratégia de transformação digital verdadeira pode parecer desafiador, até demais. Porém, quando se trata da digitalização das operações de fabricação, é importante voltar um passo e avaliar sua pegada digital atual para identificar pontos de atrito entre seus sistemas existentes. Metas como aumentar a eficiência e reduzir custos podem estar na vanguarda de sua estratégia, portanto, a coordenação das atividades de execução da fabricação é um bom lugar para começar.

Alguns exemplos de projetos de digitalização podem incluir:

  • Extensão integral do planejamento de recursos empresariais (ERP) em operações
  • Sistema de gestão de qualidade da empresa (QMS)
  • Gerenciamento coordenado de materiais do armazém ao chão de fábrica e vice-versa

É importante lembrar também que não existem duas estratégias de transformação digital iguais. Existem diferentes abordagens. Existe a ‘digitalização’ que se refere essencialmente a automação de um processo informatizado, a qual difere de ‘digitalização’, ou o repensar de processos e estratégias para obter resultados reais no nível da empresa. Os fabricantes que operam com um modelo de negócios mais isolado podem conseguir se safar com uma abordagem de digitalização mais incremental, mas os que experimentam altos níveis de mudança podem querer considerar uma abordagem de digitalização mais aprofundada.

Encontrando os projetos certos para apoiar sua estratégia

Em seu artigo recente escrito para o ERP News, Glenn Graney, diretor de industrial e alta tecnologia da QAD, discute oportunidades de transformação digital, os desafios por trás da colaboração organizacional e os pontos de conexão entre operações e sistemas de planejamento de negócios.

“Os pontos de atrito entre os sistemas podem apresentar oportunidades atraentes para a verdadeira digitalização. A colaboração deficiente entre as disciplinas de planejamento e operação restringe a capacidade de uma organização de fabricação de atender às necessidades dos clientes. Geralmente, os fabricantes não têm uma visão precisa e oportuna sobre a situação operacional da produção planejada. Essa falta de percepção interfere na capacidade da produção de responder de forma eficaz a situações imprevisíveis do cliente, escassez de estoque, falhas de equipamento e interrupções na cadeia de abastecimento”. – Glenn Graney, diretor industrial e de alta tecnologia.

Compartilhar

Veja Também

Categorias

Redes Sociais